Home > Releases > Socioambiental > Respeito às normas de trânsito garante transporte seguro de crianças

Respeito às normas de trânsito garante transporte seguro de crianças

Terça-Feira, 10 de Outubro de 2017

Utilizar assento adequado para o transporte de crianças é, além de uma regra prevista em lei, um ato que aumenta consideravelmente a segurança. Na semana em que se comemora o Dia da Criança, a CART – Concessionária Auto Raposo Tavares lembra dos cuidados que o motorista deve tomar para viajar com os pequenos.

O Denatran – Departamento Nacional de Trânsito recomenda aos pais utilizarem cadeirinhas certificadas pelo INMETRO – Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia, além de seguir atentamente as orientações do fabricante ao fixar o dispositivo. Pela legislação vigente, há diferentes modelos e formas de utilização para cada faixa etária. Bebês de até um ano devem ser levados no bebê conforto, de costas. A cadeirinha de crianças entre um e quatro anos deve ficar presa ao cinto. De quatro a sete anos e meio, utiliza-se o assento de elevação. O uso do cinto de segurança é permitido a partir dos sete anos e meio. Em todas as situações, é obrigatório levar as crianças de até 10 anos no banco traseiro.

A Abramet – Associação Brasileira de Medicina de Tráfego comprova a efetividade dos assentos na segurança dos pequenos. Tão importante quanto o uso dos dispositivos é o respeito à norma de viajar no banco de trás. No caso de crianças de um a quatro anos, a probabilidade de sobrevivência em caso de acidente é 12% maior; na faixa etária dos 5 aos 12 anos, é de 7%. O órgão recomenda ainda que crianças sejam transportadas no centro do banco traseiro, atitude que reduz em 24% o risco de morte em um acidente.

 De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), houve queda de 36% nos óbitos de crianças no trânsito brasileiro na década 2003-2013. “Mas os desafios continuam. Por isso, a CART realiza um consistente trabalho nas comunidades para conscientizar a população, desde crianças até adultos, de que a segurança no trânsito parte das ações individuais”, destaca Nivaldo Bautz, engenheiro de segurança do trabalho da CART.

Desde novembro de 2016, quando a Lei nº 13.281/2016 alterou o CTB - Código de Trânsito Brasileiro (Lei nº 9.503/1997), transportar crianças sem respeitar as regras configura infração gravíssima. A multa passou de R$ 191,54 para R$ 293,47.

Viagem divertida
Para evitar que as crianças fiquem inquietas durante a viagem, é recomendável fazer paradas regulares. No Corredor CART estão disponíveis 12 pontos de parada de descanso rápido, de Presidente Epitácio a Bauru: as bases do SAU - Serviço de Atendimento ao Usuário da CART– são equipados com banheiros, fraldário, água gelada e atendimento personalizado. 

Agora as bases do SAU têm outra novidade. Os usuários que transitam nas rodovias administradas pela concessionária podem acessar a internet gratuitamente por meio de rede Wireless (Wi-Fi). Trata-se de mais uma comodidade oferecida aos condutores e que as crianças podem aproveitar para acessar por meio de jogos, aplicativos e vídeos que funcionam com conexão, direto do tablet, celular ou notebook.

 Filmes, desenhos animados e brincadeiras de adivinhar o significado das placas são algumas atividades que podem ser feitas no banco de trás para distrair os pequenos.  

Ensinando pelo exemplo
Orientar as crianças sobre a segurança no trânsito é papel dos pais. De dentro do carro, por exemplo, é possível mostrar o significado das placas.  

Nas ruas, ao andar com a criança, é importante segurá-la firme pelo punho. Se já anda sozinha, é essencial que ela aprenda a olhar para os dois lados e a aguardar o fluxo de veículos cessar até fazer a travessia, sempre pela faixa de pedestres.  

Se a criança vai ser levada de motocicleta, é necessário ainda mais cuidado. A legislação permite o transporte em veículos de duas rodas a partir dos sete anos. Desrespeitar a norma, conforme prevê o artigo 244 do CTB, é infração de natureza gravíssima, com multa de R$ 293,47 e suspensão do direito de dirigir.  

Trânsito Legal
A CART leva orientações sobre segurança viária constantemente a crianças em idade escolar. Por meio do projeto Trânsito Legal, que integra o PRA – Programa de Redução de Acidentes, a concessionária promove atividades em escolas nos 27 municípios por onde passa o Corredor Raposo Tavares. São palestras, atividades lúdicas e distribuição de material educativo com foco na conscientização da população para a redução e prevenção de acidentes. 

Em parceria com a ARTESP – Agência Reguladora de Transportes do Estado de São Paulo, a CART distribui aos estudantes gibis da Turma da Mônica. “Dicas de segurança para viajar tranquilo” é o título da história em quadrinhos que chega à sua segunda edição devido ao sucesso da parceria entre a Mauricio de Sousa Produções e a ARTESP. Na primeira edição, foram mais de um milhão de exemplares distribuídos, com o tema “Viajando com segurança”, com orientações sobre como atravessar corretamente as rodovias utilizando as passarelas, a importância do uso do cinto de segurança nos bancos dianteiros e traseiros dos veículos e da não utilização do telefone celular ao dirigir.  Agora, na nova aventura, a Turma da Mônica transmite em historinhas e passatempos outras mensagens que contribuem para a formação dos futuros motoristas e a reflexão sobre o papel de cada um no trânsito.

A CART, uma empresa Invepar Rodovias, administra o Corredor CART, que é formado pelas rodovias SP-225 João Baptista Cabral Rennó, SP-327 Orlando Quagliato e SP-270 Raposo Tavares, no total de 834 quilômetros entre Presidente Epitácio e Bauru, sendo 444 no eixo principal e 390 quilômetros de vicinais. A segurança dos usuários é um compromisso da Concessionária. Em 2016, a CART registrou 16,23% menos acidentes nas rodovias sob sua concessão em relação ao ano anterior e, no mesmo período, queda de 33,3% em vítimas fatais, antecipando os objetivos determinados como meta pela Década Mundial de Redução de Acidentes. A CART está entre as 10 melhores Concessionárias de Rodovias do Estado de SP, ocupando a sexta posição no ranking divulgado pela ARTESP - Agência Reguladora de Transportes do Estado de São Paulo que regulamenta e fiscaliza o Programa de Concessões Rodoviárias do Governo do Estado de São Paulo.

 

ultimos-releases